NÃO DEIXE DE VER:
Glossário da cor
Artigos
Produtos e Serviços
O SCC - Sistema de Cores Ceco / Color System é um programa inteiramente desenvolvido no Brasil, especialmente para estudantes, professores e profissionais que trabalham com a escolha e a indicação de cores para inúmeras finalidades. Veja como se beneficiar através de seus produtos e ferramentas. O CONTRASTE NA COMUNICAÇÃO VISUAL, ESPECIALMENTE NA MÍDIA IMPRESSA. As revistas e livros têm tantos recursos disponíveis atualmente, sendo um campo farto para a arte gráfica/editorial. Nesta nova Home Page, em homenagem ao Dia da Cor no Brasil, vamos abordar alguns aspectos gráficos ligados à edição de revistas. Se a sua já é boa, poderá ser melhor ainda. Se não, aproveite as dicas para melhorar alguns detalhes. Por Nelson Bavaresco

MARGENS E RECORTES - As margens de uma página devem respeitar a caixa de texto e a divisão das colunas para o texto corrido. É uma regra geral, mas onde pode haver recuos para destaques ou trechos de citação. Entretanto, quando há recorte de fundo escuro numa página ou parte dela, o mesmo não deve grudar no texto, que é um recurso pouco recomendável. Texto colado em fundo "sem suspiro" sempre é desconfortável à leitura. Da mesma forma, para blocos de textos vizinhos, muito juntos. Muitas vezes, apenas um fio entre blocos pode ser uma solução limpa, fácil de seguir com o olhar. Essa é uma dica válida para todos os profissionais multitarefa.

AS PÁGINAS - No sequenciamento das páginas, tem que haver uma lógica entre elas. Uma é a identidade do layout, que garante nossa percepção de que estamos seguindo a mesma matéria. Em geral, o inicio de um artigo tem seu destaque pelo título, seguido de um subtítulo e o texto corrido propriamente dito, até com uma ou outra vinheta intercalada etc. Molduras de textos são recursos para uma maior unidade entre as páginas, a despeito de alguns destaques complementares ao texto principal. A informação de como isso ocorre pode ser indicada por sinais gráficos ou até mesmo por legenda, do tipo continua na página tal etc, etc.

COM OU SEM SERIFA? - Texto é importante para a leitura. Um erro muito comum, mesmo em revistas de boa qualidade, é o uso de tipo serifado, de pequeno corpo sobre fundos reticulados ou sobre imagens. Tipos muito pequenos, como corpo 5, mesmo quando em preto sobre fundo branco torna-se difícil de ler. A quantidade de fontes disponíveis atualmente a disposição dos diretores de arte é bastante grande. Sempre haverá um tipo melhor que outro, mais adequado à leitura. Uma boa dica é usar sempre os tipos da família Arial. Entretanto, tipos com serifa são bem mais apropriados à leitura de textos principais, como o tradicional Times New Roman.

CORES NEUTRAS - Continuando com exemplos baseados no processo CMYK de impressão, cores neutras são aquelas formadas por pelas misturas de cores secundárias com terciárias. Essas cores podem ser acinzentadas, azuladas, amareladas, avermelhadas, esverdeadas etc. Ou então, nos padrões das cores para pintura, como o Terra De Siena, em suas várias tonalidades. São boas cores que pouco exigem da visão e que funcionam bem como cor de apoio a fundos de páginas, desde que textos sobre elas sejam suficientemente escuros. O Cecor também tem uma página sobre a formação dos terras no Catálogo de Gráficos Didáticos.

OS INFOGRÁFICOS - Infográficos seguem, mais que tudo, a construção de uma obra de arte, que transmita resumidamente certos conteúdos complementares de um texto. Utiliza, com preponderância, elementos gráfico-visuais, tais como fotografias, ilustrações, dados numéricos, ícones etc. Sua função é ajudar na compreensão sintética de conteúdos complexos. Os recursos de design vão desde imagens geométricas variadas, coloridas, sérias e até divertidas. Mas tem que ser tipo viu, entendeu. São remanescentes do famoso cavalete com charts, onde um palestrante explicava um assunto com desenhos e dados feitos previamente.

SOBRE A VISÃO - Nossos olhos são os órgãos mais incríveis da genética humana. Os músculos ao redor dos olhos atuam em movimentos sincronizados quando corretamente alinhados. Através deles temos o maior índice de percepção da realidade dentre todos os demais sentidos. Mas não convém abusar do visual, criando coisas complicadas demais que tomam tempo de analise que cansam a vista, como textos sobre fotos, ilustrações ou fundos manchadas. E aqui vai um exemplo que gosto de citar: as histórias em quadrinhos, onde texto e imagem costumam expor claramente sua trama. E até as virtudes e tramóias dos heróis e anti-heróis!

O USO DA COR COMPLEMENTAR - Usar cores complementares para separar textos, fundos e gráficos é um bom recurso. Mas como achar esse tesouro? Muito fácil: no sistema CMYK as cores possuem uma graduação de 1 a 100. Supondo que um texto ou um fundo colorido tenha a seguinte mistura: C5, M10, Y90, P20. A complementar dessa cor será C95, M90, Y10, P80, cuja somatória de cada cor completa 100. O mesmo se aplica às cores luz, no sistema RGB, cujo índice de misturas vai de 1 a 255. Nessa escala não existe preto: o preto é o nada em termos de espaço, enquanto o branco é formado pelo índice 255 de cada cor, que gera um arquivo mais pesado. 

DESPOLUINDO A MATÉRIA - Limpeza gráfica faz bem a qualquer leitor. Porém, o intuito de se fazer algo maravilhoso como uma página de ganhar premio, pode levar a um visual poluído, com excesso de informação descoordenada, sem muito nexo. Vemos isso constantemente nos muitos folhetos deixados em nossa caixa postal física. E também na caixa eletrônica. Os fliers de pizzarias, imóveis, oficinas e serviços variados que nos perdoem, mas vão todos para a caixa de lixo. Também esse negócio de Ano Tal, Edição tal e Outros Tais pouco ajudam os leitores, especialmente quando se busca um artigo de uma determinada época para reler quando necessário. 

21 de Setembro, DIA BRASILEIRO DA COR, oficial no Estado de São Paulo pela Lei Estadual nº 14.913 de 19 de dezembro de 2012. A data foi escolhida pela Associação ProCor do Brasil, comemorada quando se inicia a Primavera no hemisfério Sul.  Com o DIA INTERNACIONAL DA COR instituído pela AIC (Association Internationale de la Couleur), comemorada em 21 de março quando se inicia a Primavera no hemisfério Norte, ambas consolidam, ano a ano, importantes elementos sobre a cultura, a arte e a ciência da cor. Nelson Bavaresco, coordenador do Sistema de Cores Cecor© é um dos sócios fundadores da Procor. 

© 2010 - 2021  Gerart Design e Recursos Visuais Ltda, para todos os textos e imagens.